Revisão de Texto

Entenda quais são as principais dificuldades de publicar um livro

entenda-quais-sao-as-principais-dificuldades-de-publicar-um-livro.jpeg

Escrever um livro é uma tarefa nobre. O ato de escolher ideias e transformá-las em uma história para enriquecer, de alguma forma, a vida do leitor é uma contribuição cultural de valor inestimável para a sociedade. Mas, ao contrário do que se possa imaginar, o trabalho do autor não termina na última página escrita.

Na verdade, esse é só o começo de uma missão desafiadora. As dificuldades de publicar um livro são muitas e podem ser até mesmo maiores do que as encontradas na criação da obra. Sendo assim, é preciso muita persistência para fazer com que sua história chegue ao leitor.

Confira o post de hoje para entender mais sobre essas dificuldades e como elas podem ser superadas. Boa leitura!

O primeiro desafio: como escrever um livro?

Seja qual for o estilo da obra que pretende escrever, o escritor nunca encontrará facilidade. Por ser uma atividade quase sempre longa e solitária, fatores como disciplina, concentração e determinação são fundamentais para o sucesso da empreitada.

Um escritor é, sobretudo, responsável por fazer escolhas. Tudo nasce com uma ideia, mas o que vem na sequência é trabalho duro. Criação e desenvolvimento de personagens, descrições, diálogos e situações exigem enorme esforço intelectual — e o autor enfrenta sozinho a missão de produzir um texto coeso e atrativo para os leitores.

Além disso, durante a criação da obra ou após terminá-la, é comum que surja uma avalanche de opiniões, críticas e palpites vindos de todos os lados. Nesse momento, cabe ao autor filtrar tudo e separar o que é válido.

Portanto, se você superou essas dificuldades e tem seu original finalizado em mãos, já pode se orgulhar, pois conseguiu fazer algo a que se propôs. Valorize seu feito e não deixe que outras pessoas diminuam sua importância!

Qual a situação do mercado editorial no Brasil?

De acordo com dados divulgados pela Unesco, o Brasil é o país com o 8º maior número de analfabetos do mundo, com cerca de 14 milhões de pessoas que não sabem ler e escrever. Isso, por si só, demonstra que educação e cultura não são prioridades por aqui.

O descaso por parte dos governantes ao longo da história se reflete no nível cultural da população e, como consequência, prejudica a formação de novos leitores. Somam-se a isso as dificuldades econômicas atuais e o que se tem é um quadro desanimador para o mercado literário brasileiro.

As editoras precisam ter lucro em suas atividades e não podem correr o risco de comprometer seus resultados com lançamentos de retorno incerto. Como a publicação e a distribuição de um livro têm custos altos, os escritores iniciantes são, quase sempre, apostas arriscadas demais para elas.

Por isso, mesmo recebendo em média 10 originais por dia — e há, certamente, boas histórias entre essas obras —, editoras optam por publicar traduções de livros já consagrados internacionalmente. Os autores nacionais da nova geração se veem, então, competindo com nomes de peso da literatura mundial por oportunidades e pela preferência do público.

Além disso, é importante lembrar que ser publicado por uma grande editora não significa ganhar rios de dinheiro e conquistar fama e prestígio. Não são raros os casos de autores que se sentem desamparados e desvalorizados pelas grandes companhias literárias. Portanto, tenha em mente que receber algumas respostas negativas não será o fim de sua carreira.

Como superar as dificuldades de publicar um livro?

Felizmente, há opções para aqueles que acreditam no potencial de suas obras e estão realmente determinados a lançá-las. Atualmente (muito mais do que no passado), existem caminhos que não passam pelas grandes editoras e podem, inclusive, ser mais recompensadores e lucrativos. Veja quais são as nossas sugestões:

Faça contato com editoras menores

Pequenas editoras geralmente trabalham com um maior número de lançamentos, porém com tiragens menores. Isso diminui o custo de publicação. Elas têm um canal de comunicação mais rápido e eficaz com o autor, sendo mais ágeis e transparentes na avaliação de originais.    

Existem, ainda, editoras de pequeno porte que possuem suas próprias livrarias, o que também resolve o problema da distribuição e do contato do público com a obra. Em alguns casos, entretanto, o autor fica responsável por cuidar desses aspectos.

Tente publicar em outro país

Essa é uma alternativa que pode parecer complicada à primeira vista, mas a verdade é que pode ser mais fácil lançar um livro fora do Brasil do que em território nacional. Editoras de Portugal, por exemplo, já publicaram autores brasileiros iniciantes e costumam ser acessíveis aos novatos no ramo.

Além de ter um mercado mais desenvolvido do que o nosso, o país é uma boa porta de entrada para o mercado europeu. Se a obra agradar ao público português, há a possibilidade de traduções e lançamentos em países de língua espanhola e inglesa, por exemplo.

Opte pela edição de autor

Na edição de autor, também conhecida como autopublicação, a pessoa investe recursos do próprio bolso para publicar sua obra. Há editoras com foco nesse tipo de mercado, sendo que as melhores oferecem praticamente todos os serviços disponibilizados pelas tradicionais, como revisão e projeto gráfico.

A desvantagem inicial de ter que pagar para ter seu livro publicado pode ser compensada pelo fato de o autor ser, nesse modelo, o dono integral da obra, ficando com toda a receita oriunda das vendas.

Considere a publicação na internet

Uma boa alternativa para a publicação de livros de forma independente é procurar as chamadas plataformas automáticas online. Nesses sites, basta fazer um cadastro, enviar o arquivo com o texto e escolher, entre as opções disponíveis, formatação, diagramação e outras características.

Muitos deles possibilitam ao escritor, de maneira simples e gratuita:

  • o acompanhamento de vendas e downloads;
  • a interação com leitores do mundo todo;
  • o monitoramento de avaliações;
  • impressão sob demanda.

As dificuldades de publicar um livro são grandes, mas as recompensas são, sem dúvidas, muito gratificantes. O esforço para escrever um bom texto é fundamental, mas apenas o primeiro passo de uma jornada cheia de desafios e que exige muita determinação.

Com criatividade, bastante força de vontade e trabalho árduo, é possível superar todas as barreiras que separam o autor do sonho de ver sua obra publicada. Não desanime e busque a realização do seu sonho!

Se você já tem um material pronto e precisa revisá-lo, saiba como identificar um revisor de texto profissional e acerte na escolha desse importante parceiro! Até a próxima!

Sobre o autor

Oficina Só Português

A Oficina Só Português faz do seu trabalho uma certeza: é preciso descomplicar nossas relações com a língua portuguesa.

​Com rapidez, seriedade e competência, trabalhamos com a revisão de texto, tradução e transcrição de áudio. Buscamos entender a singularidade de cada trabalho e buscar uma construção individual e personalizada.

Deixar comentário.

Share This